Um Johnny Depp “completamente descontrolado” atacou um produtor de seu novo filme, LAbyrinth, em incidente reportados por fontes do Page Six.

Os contatos da publicação contam que Depp tentou acertar um soco no produtor veterano, que protestou quando o ator “tomou o controle” da direção de uma cena, jogando o cineasta Brad Furman (Conexão Escobar) para escanteio.

“Johnny tinha alguns amigos com ele no set, e a briga se tornou muito maior do que deveria ter sido”, contou uma fonte. “Estávamos filmando uma cena com atores vestidos de policiais e mendigos, fechamos uma rua de Los Angeles para filmar”.


O atraso de Depp e seu “perfeccionismo” com a cena fez com que as filmagens durassem muito mais do que o previsto, no entanto, de forma que as tensões aumentaram no set.

“O produtor sabia que logo as autoridades iam chegar para nos expulsar de lá, porque nosso tempo tinha acabado, então ele disse para Depp: ‘Esse é o último take que temos’. Johnny ficou irado, ele passou o dia fumando e bebendo e estava intoxicado”, completou.

Representantes de Depp não deram declarações oficiais sobre o assunto, enquanto o diretor Furman disse que o incidente foi “exagerado” pela fonte e que a discussão entre Depp e o produtor foi “perfeitamente normal”.

Johnny Depp é processado por ex-guarda costas por negar hora extra e almoço

 

Em LAbyrinth, Depp interpreta um dos detetives que investigou os assassinatos dos rappers Notorious BIG e Tupac Shakur, nos anos 1990. Forest Whitaker também está no elenco.

Detalhada no livro de não-ficção de mesmo nome, a história de LAbyrinth foi adaptada pelo roteirista Christian Contreras, conhecido pelo trabalho de ator em Halo: Nightfall.

Ainda não há previsão de estreia.