O Senhor dos Anéis | Quentin Tarantino quase dirigiu o filme

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A história da viagem da Terra Média para os cinemas foi destrinchada no livro Anything You Can Imagine: Peter Jackson & The Making of Middle-earth, do autor Ian Nathan, que conversou com vários envolvidos na produção da trilogia O Senhor dos Anéis.

Trilogia que, aliás, quase teve que ser “condensada” em um único filme de 2 horas de duração (já imaginou?) graças a exigências do produtor Harvey Weinstein, desde então caído em desgraça por denúncias de assédio sexual.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Harvey disse que ia demitir Peter [Jackson, diretor] se ele não condensasse sua visão em um filme só. Ele garantiu que tinha gente na fila para dirigir essa versão resumida – Quentin [Tarantino] e John Madden”, conta o produtor Ken Kamis no livro.

“Essa versão proposta por Harvey ia com certeza decepcionar todo mundo que leu os livros”, relembra Jackson. “Me lembro de dizer para ele que, se esse era o filme que ele queria, poderia ir adiante sem mim. Preferia voltar para a minha vida do que fazer algo tão decepcionante”.

O produtor Kamis acabou convencendo Weinstein a comprar a ideia de Jackson, que foi vendida para a New Line. O resto, como dizem, é história.

O Senhor dos Anéis | Novo livro assinado por J.R.R. Tolkien chegará em agosto

Enquanto isso, detalhes do trato entre a família de J.R.R. Tolkien e a Amazon para a produção de uma série baseada no universo da Terra Média foram destrinchados em uma nova matéria do THR – saiba tudo aqui.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio