Organizadores de Cannes assinam carta prometendo mais diretoras mulheres

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Thierry Fremaux, diretor artístico do Festival de Cannes, assinou uma carta prometendo mais filmes de diretoras mulheres nas próximas edições do evento. A informação é do TheWrap.

Intitulada “Promessa de Paridade e Inclusão”, a carta foi assinada nessa segunda (14) pela manhã, durante evento liderado pela 5050×2020, organização feminista que foi responsável pelo protesto no tapete vermelho durante os dias anteriores.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Além de Framaux, assinaram a carta Paolo Moretti e Charles Tesson, que comandam duas mostras paralelas no Festival de Cannes. Pierre Lescure, diretor geral do evento, estava presente no evento; assim como Cate Blanchett, Kristen Stewart, Léa Seydoux e Ava DuVernay, as mulheres do júri principal desse ano.

“Quando temos uma causa, e essa causa é assumida também por outra pessoa, isso é uma vitória”, caracterizou Blanchett. “É sobre unir, e não dividir. Estamos muito felizes que Thierry seja um apoiador tão forte da nossa causa. Ele é parte da solução, e não do problema, agora”.

No Festival de Cannes, Salma Hayek fala sobre desigualdade de gênero em Hollywood

A carta de promessa não só caracteriza que um aumento no número de filmes dirigidos por mulheres é necessário para Cannes, como sugere que o Festival comece a monitorar e publicar suas próprias estatísticas de inclusão social.

Apenas 82 filmes dirigidos por mulheres concorreram à Palma de Ouro em 71 anos de festival, em contraste com 1.645 filmes dirigidos por homens.

Na edição 2018, apenas três mulheres competem entre os 21 diretores selecionados para a lista principal: Eve Husson (Girls of the Sun), Nadine Labaki (Capernaum) e Arice Rohrwacher (Lazarro Felice).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio