Todos lo Saben, thriller psicológico com o casal Javier Bardem e Penélope Cruz, foi o filme de abertura do Festival de Cannes 2018 na noite dessa terça (08), e  a entrevista com os dois astros tocou em uma variedade de assuntos.

Um deles, por exemplo, foi a atual discussão sobre a discrepância de salário entre homens e mulheres em Hollywood, ao que os dois garantiram que foram pagos o mesmo valor pelo filme.

“Sim, sem dúvida quisemos ter certeza que o salário era igual”, contou Cruz (via Vulture).


Falando sobre sua dupla de protagonistas casados na vida real, o diretor Asghar Farhadi (O Apartemento, A Separação) elogiou a relação “harmoniosa” dos dois espanhóis. “Eles são o próprio retrato de um casal feliz, e mantem a vida profissional e pessoal muito bem separadas”, contou.

Cruz confirmou que busca não levar a personagem para casa. “Eu fazia isso quando tinha 20 anos de idade, achava que tinha que sofrer e fazer os outros sofrerem para que o trabalho fosse bom. Isso não é verdade. Eu tenho uma vida, e tenho um emprego. Posso ser boa no meu emprego sem levá-lo para a minha vida”, disse.

Penélope Cruz foi parar no hospital após cena intensa de filme exibido em Cannes

O filme acompanha Carolina (Cruz), uma mulher espanhola que vive em Buenos Aires e retorna para a sua cidade natal com o marido argentino. Lá, ela encontra segredos obscuros e inesperados de seu passado. Ricardo Darín (O Segredo dos Seus Olhos) também estrela.

Todos lo Saben foi o primeiro filme de língua espanhola a abrir o Festival de Cannes desde 2004, quando Má Educação, de Pedro Almodóvar, foi o escolhido.

O Festival de Cannes 2018 acontece entre os dias 9 e 18 de maio. Cate Blanchett preside o júri da seleção principal.