Um juiz de Nova York decidiu contra os criadores da Vila Sésamo em uma disputa com o distribuidor do filme The Happytime Murders, de Melissa McCarthy.

O juiz distrital Vernon Broderick determinou na quarta-feira (30) que a distribuidora STX Productions pode continuar usando o slogan “No sesame. All street” na promoção do filme.

O Sesame Workshop estava processando a produtora por trás do filme com classificação para maiores, dirigido por Brian Henson, filho do marionetista Jim Henson, da Vila Sésamo, alegando que o filme poderia causar “danos irreparáveis” à marca do programa, de acordo com uma ação judicial. obtido pela explosão.


Em sua denúncia, os criadores da Vila Sésamo afirmam que o slogan do filme, “No Sesame, All Street” (Sem Sésamo, Todo ‘na rua’), leva o público a acreditar que há uma conexão com o programa.

O trailer do filme, segundo eles, “confunde deliberadamente os consumidores em acreditar erroneamente que o programa está associado, permitiu ou até endossou ou produziu o filme e mancha a marca da Vila Sésamo”.