ATENÇÃO: SPOILERS A SEGUIR

Depois de suportar uma surra nas mãos de Thanos em Vingadores: Guerra Infinita, o Hulk pareceu se retirar para dentro de Bruce Banner. Apesar das repetidas tentativas de Bruce Banner de despertar a fera, o Hulk não ressurgiu para ajudar os Vingadores.

Os fãs tomaram suas próprias conclusões em relação à isso, no entanto, no podcast Happy Sad Confused, o diretor Joe Russo ofereceu uma explicação para que parcialmente se baseia na jornada que Hulk teve em Thor Ragnarok.


“Acho que as pessoas interpretaram isso como o medo do Hulk. Quero dizer, certamente, isso não é um … eu não sei se o Hulk está … ele já teve o traseiro chutado antes, e ele adora uma boa luta. Mas eu acho que isso é realmente um reflexo da jornada do Ragnarok. É que esses dois personagens estão constantemente em conflito um com os outro pelo controle. E eu acho que se o Hulk dissesse o motivo, seria Banner só querer o Hulk para lutar. Eu acho que ele teve o suficiente de salvar a bunda do Banner”.

Vingadores: Guerra Infinita teve cenas importantes gravadas no Brasil

Vingadores: Guerra Infinita se tornou o filme mais rápido a atingir a marca de US$ 1 bilhão em bilheteria, tendo atingido o feito em pouco mais de uma semana em cartaz (saiba todos os números aqui).

O longa ainda é a maior estreia para um filme nos Estados Unidos, tendo superados os números de Star Wars: O Despertar de Força em seu lançamento (leia mais).

O filme ainda vendeu mais do que os últimos sete lançamentos da Marvel combinados em ingressos antecipados – saiba mais do número aqui.

A estreia foi tão forte que ajudou a Marvel a completar US$ 15 bilhões de bilheteria acumulada em todos os seus filmes – saiba mais.