Billionaire Boys Club | Distribuidora explica por que lançará filme com Kevin Spacey mesmo após escândalos

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Kevin Spacey foi acusado de assédio sexual por diversos homens, mas isso não impediu a produtora Vertical Entertainment de lançar o novo filme Billionaire Boys Club estrelando o ator. As informações são do Indie Wire.

A empresa aproveitou a chegada da estreia para explicar as razões de lançar o filme, mesmo após tantos escândalos terem surgido sobre o ator.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

”Nós esperamos que esses estressantes alegações pertinentes ao comportamento de uma pessoa – que não foram divulgados quando o filme foi gravado 2 anos e meio atrás – não manchem a estreia.”

”Nós não apoiamos assédio sexual e apoiamos as vítimas. Mas nós acreditamos em dar ao elenco, assim como centenas de pessoas que trabalharam no filme a chance de ver o produto final que fizeram chegar ao público”, explicou a produtora.

Diretor de Último Tango em Paris quer trabalhar com Kevin Spacey e critica postura de Ridley Scott

Spacey volta a contracenar com Ansel Elgort, seu colega em Em Ritmo de Fuga, no longa do diretor James Cox (Crimes em Wonderland).

O elenco estrelado inclui ainda Taron Egerton (Kingsman), Emma Roberts (American Horror Story), Billie Lourd (Star Wars) e Rosanna Arquette (Pulp Fiction).

Assim como O Lobo de Wall Street e O Mago das Mentiras, Billionaire Boys Club é a história real de um trapaceiro profissional que se tornou riquíssimo em Wall Street. Elgort interpreta Joe Hunt, o líder de um grupo de jovens investidores que confia em Ron Levin (Spacey) para gerenciar seu dinheiro.

Após Levin ser exposto como uma fraude, Hunt foi um dos condenados por seu assassinato – e hoje serve prisão perpétua nos EUA.

Billionaire Boys Club estreia em 19 de junho nos EUA – sem previsão no Brasil.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio