Roteirista de Jurassic World: Reino Ameaçado comenta sua demissão como diretor de Star Wars IX

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Durante uma entrevista com a Uproxx, o co-escritor e produtor executivo do Jurassic World: Reino Ameaçado, Colin Trevorrow, discutiu a perda do cargo de diretor em Star Wars: Episódio IX.

Enquanto Colin Trevorrow tinha sido definido para dirigir o capítulo final da trilogia de sequelas de Star Wars, foi divulgada a notícia de que ele havia sido retirado do projeto e o diretor de O Despertar da Força, JJ Abrams, mais tarde foi contratado para comandar o Episódio IX. Alguns especularam que o fraco desempenho nas bilheterias e a recepção crítica do livro de Trevorrow, The Book of Henry, levaram em conta a decisão da Lucasfilm de removê-lo do filme e o cineasta abordou essa possibilidade:

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Você sabe, eu não sei. Quer dizer, eu realmente não posso especular sobre isso. Eu vou te dizer que a reação (ao filme) foi muito mais prejudicial do que o filme real. E eu não quero dizer especificamente na Lucasfilm. Quer dizer, essa foi uma situação muito ácida. E, olhe, cada diretor que trabalhou na Lucasfilm colocou seu coração e alma no trabalho e eles deixaram tudo em campo, e a questão principal aqui é que às vezes as pessoas criativas não conseguem encontrar um caminho compartilhado.”

Colin Trevorrow também comentou sobre a bem documentada lista de diretores que foram removidos dos projetos Star Wars, observando que perder um emprego na franquia é uma perda pessoal:

“Eu conheço todos eles. Estes são meus amigos e eu estava muito perto deles através de todas as suas experiências. E Star Wars é uma coisa muito pessoal para todos eles, para muitas pessoas, e há algumas pessoas por aí – e eu sei que as pessoas podem pensar que somos loucos – mas pessoas como eu, que na verdade acreditam que há um força todo-poderosa que liga a galáxia. E quando você é uma dessas pessoas, você está lidando com seu sistema de crenças, você não está lidando apenas com um filme. E então, sim, isso é uma perda muito pessoal”.

Mark Hamill disse que não liga mais para voltar ou não para a franquia.

O mais recente filme da franquia é o spin-off Han Solo: Uma História Star Wars, que acabou estreando abaixo das expectativas do estúdio nos Estados Unidos, e se tornou e menor abertura de um filma da franquia Star Wars desde que a Disney comprou a Lucasfilms (saiba todos os números aqui).

Apesar disso, Han Solo vendeu mais ingresso de pré-estreia do que Pantera Negra (saiba mais).

Mesmo assim e da notícia de que Alden Ehrenreich assinou contrato para três filmes no papel do jovem Han Solo, o diretor Ron Howard não garante que uma sequência vai mesmo acontecer.

Recentemente, foi confirmado que o filme terá 135 minutos de duração, graças a informações do Festival de Cannes, onde o longa será exibido fora de competição – veja a lista de selecionados.

O Episódio IX segue marcado para 20 de dezembro de 2019.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio