Thor: Ragnarok | Diretor responde ao rótulo de “filme mais gay da Marvel”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Taika Waititi falou sobre um artigo que denominou Thor: Ragnarok como o “filme mais gay da Marvel” de forma bem-humorada.

O terceiro filme do filho de Odin foi muito bem aceito pelo público no final de 2017. A simplicidade da história, ótimo humor e personagens relacionáveis deram ao MCU um respiro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

E, de acordo com a Vulture, muitos fatores fazem de Thor: Ragnarok o filme mais gay da Marvel. Alguns deles são: o corte de cabelo de Thor; as cenas do Hulk pelado; os lábios azuis de Jeff Goldblum (Grandmaster).

Chris Hemsworth pode ter deixado escapar que continuará como Thor depois de Vingadores 4

A resposta do diretor Taika Waititi foi ótima: “Toma essa ‘Homem’ de Ferro”.

No mundo LGBT, no entanto, o filme recebeu algumas críticas já que Valquíria (Tessa Thompson) não teve sua bissexualidade revelada no filme, fato que é claro nos quadrinhos. Não é raro que a homo ou bissexualidade de personagens fiquem apenas subentendidas nas telonas em filmes grandes.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio