Um dos casos policiais mais famosos da última década no Brasil irá virar filme. A Menina Que Matou os Pais abordará a história do assassinato de Mafred e Marísia pelas mãos da própria filha, Suzane Richthofen.

A informação é do portal UOL. De acordo com a publicação, o filme já está na seleção do elenco. Em primeiro lugar, a produção, comandada por Marcelo Braga, quer encontrar os protagonistas para os papéis de Suzane Richthofen e Daniel Cravinhos, que participaram do assassinato.

O filme está sendo definido pelos seus criadores como um drama psicológico. A película terá como ponto principal o julgamento dos criminosos, quando a principal suspeita, Suzane, tinha apenas 19 anos.


La Casa de Papel | Canal brasileiro de filmes adultos produz paródia da série

O roteiro foi feito em parceria de Ilana Casoy, a maior especialista de serial killers do país, e Raphael Montes, conhecido por escrever obras voltadas para a literatura policial. A direção fica por conta de Maurício Eça (Carrossel).

As gravações do filme devem começar ainda este ano. Ainda não há data de lançamento, mas a previsão de estreia é para o segundo semestre de 2019.