Claude Lanzmann, diretor de Shoa, falece aos 92 anos

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O cineasta francês responsável pelo documentário Shoa (1985), que tem mais de nove horas de duração, o francês Claude Lanzmann faleceu aos 92 anos nesta quinta-feira (5) em Paris.

A informação foi confirmada pela editora Gallimard. Lanzmann estava em sua residência, mas conforme o comunicado, com a saúde muito frágil já há alguns dias.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Robby Muller, parceiro de Lars Von Trier no cinema, falece aos 78 anos

No cinema, o trabalho de Lanzmann, que lutou contra os nazistas na Segunda Guerra Mundial, foi expor tudo que aconteceu naquele evento histórico. O documentário mais famoso do francês, Shoa, é sobre o holocausto, por exemplo.

O diretor também gostava de usar Israel como inspiração para as suas obras. Entre os filmes mais marcantes de Lanzmann estão Tsahal (1994), Un Vivant qui passe (1999) e O Último dos Injustos (2013).

Claude Lanzmann é mais um daqueles grandes cineastas que terminaram a carreira sem um Oscar, para crítica de todos fãs do cinema. Chegou a ser indicado justamente por um curta-metragem sobre Shoa, em 2016, mas não recebeu o prêmio. Em 2011, o diretor recebeu a Ordem Nacional da Legião da Honra da França, e em 2013, uma homenagem com o Urso de Ouro Honorário, na Alemanha.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio