Para os fãs da Marvel, o primeiro filme da empresa protagonizado e centrado em uma personagem deve ser Capitã Marvel, com estreia em março de 2019. Para o diretor de Homem-Formiga e a Vespa, Peyton Reed, não é bem assim.

Em entrevista ao Indian Wire, Peyton destacou que Hope Van Dyne (Evangeline Lilly) não é apenas uma coadjuvante. O foco da história do filme, inclusive, pode se direcionar para a personagem.

Homem-Formiga e a Vespa era uma dupla para mim quando eu lia os quadrinhos na minha infância”, logo comentou o diretor.


Reed ainda fez questão de destacar que os longas da Marvel ainda não tiveram realmente uma dupla de heróis. Dessa maneira, pode-se esperar protagonismo dos dois personagens no filme.

“Parecia que nós ainda não tínhamos isso em um filme da Marvel, e é uma extensão lógica do que nós fizemos no primeiro, porque foi Hope quem treinou Scott Lang (Paul Rudd). Isto é legal porque nessa era moderna de heróis e no Universo Marvel, particularmente, nós não tínhamos visto essa dinâmica”, comentou Reed.

Homem-Formiga e a Vespa | Michael Douglas adoraria fazer filme sobre origem do personagem

O enredo do longa se concentra na busca empreendida por Hope Van Dyne por sua mãe, Janet (Michelle Pfeiffer), a Vespa original – que, como descobrimos no primeiro filme, “desapareceu” na dimensão quântica e nunca mais voltou.

Hope e o pai, Hank Pym (Michael Douglas), achavam que era impossível trazê-la de volta, mas no final do primeiro filme vimos que Scott Lang, o novo Homem-Formiga, conseguiu entrar no mundo quântico e retornar.

As coisas se complicam quando uma nova vilã, Fantasma (Hannah John-Kamen) surge com o poder de atravessar objetos sólidos.

Paul Rudd, Evangeline Lilly, Michelle Pfeiffer, Michael Douglas, Michael Peña, Laurence Fishburne, Bobby Cannavale, Judy Greer, T.I., Walton Goggins, Randall Park e Hannah John-Kamen estão no elenco.

Homem-Formiga e a Vespa, do diretor Peyton Reed, estreia em 6 de julho de 2018.