A Netflix passou por uma grande polêmica em Cannes neste ano, não podendo competir com seus filmes graças à conservadora política do festival, que exigia que os filmes fossem exibidos no circuito francês e, apenas meses depois, fossem disponibilizados na plataforma de streaming. A Netflix prontamente retirou seus filmes de Cannes após o ocorrido.

Agora, no Festival de Veneza, a Netflix encontrou espaço para ter seus filmes exibidos e competindo nas mostras do festival. No total, seis filmes da companhia serão exibidas em Veneza. Já o Festival de Toronto também não ficou fora e irá exibir sete filmes da Netflix.

Anteriormente, reportamos que o acolhimento da Netflix por Veneza não agradou os exibidores locais, visto que o modelo de lançar os filmes imediatamente no catálogo de streaming prejudica o modelo de negócio desses exibidores.


Festival de Veneza 2018 | Exibidores italianos atacam a Netflix

O diretor do Festival de Veneza, no entanto, enxerga o streaming como algo bom para a indústria, como deixou claro em entrevista ao THR:

“Cineastas estão gratos por conseguirem financiamento da Netflix, porque a Netflix dá total liberdade ao realizador para fazer o filme que eles querem, sem qualquer tipo de intrusão”, disse o diretor do festival, Alberto Barbera.

Em Veneza, o catálogo da Netflix é bastante impressionante, trazendo os novos filmes de renomados diretores: Roma, de Alfonso Cuarón; The Ballad of Buster Scruggs, dos irmãos Coen; 22 July, de Paul Greengrass; On My Skin, de Alessio Cremonini; The Other Side of the Wind, versão restaurada do último filme de Orson Welles; e, por fim, They’ll Love Me When I’m Dead, de Morgan Neville.

Já Toronto exibirá o aguardado Legítimo Rei, estrelado por Chris Pine, Florence Pugh e Aaron Taylor-Johnson, com direção de David Mackenzie (A Qualquer Custo).