Ator diz que só fará Guardiões da Galáxia 3 sem James Gunn por ser obrigado por contrato

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A novela envolvendo a demissão do diretor James Gunn de Guardiões da Galáxia Vol. 3 ganhou um novo capítulo após um fã questionar Dave Bautista, o Drax da franquia da Marvel, se ele faria o terceiro filme da série sem Gunn.

Em seu Twitter, Bautista explicou que fará o filme por ser obrigado pelo seu contrato, mas não deixou de alfinetar a Disney com seu comentário: “Eu farei por ser obrigado legamente, mas Guardiões sem James Gunn não foi o filme pelo qual eu assinei. Guardiões da Galáxia sem James Gunn não é Guardiões da Galáxia. Além disso, me dá náuseas trabalhar para alguém que ajuda a disseminar uma campanha por fascistas cibernazistas. É assim que eu me sinto”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Guardiões da Galáxia 3 | Disney não vai recontratar James Gunn, afirma site

Durante as últimas semanas, uma série de tweets de Gunn fazendo piadas com pedofilia anos atrás foram resgatados. As piadas de Gunn fizeram com que na tarde desta sexta-feira ele fosse demitido pela Marvel da direção de Guardiões da Galáxia Vol. 3 (saiba mais).

Gunn chegou a se manifestar após a demissão, dizendo que suas piadas antigas não manifestam a pessoa que ele é hoje (saiba tudo o que ele disse). Enquanto isso, fãs do diretor fizeram uma petição para sua readmissão. Atualmente, a petição já conseguiu cerca de 300 mil assinaturas.

Guardiões da Galáxia Vol. 3 tinha previsão de estreia para 2020. Gunn estava trabalhando no roteiro, que começaria a ser filmado já nos próximos meses. A Disney não comunicou como ficará o cronograma do longa com a saída do diretor.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio