Christopher Robin: Um Reencontro Inesquecível pode ser um dos filmes mais encantadores do ano, mas os bastidores do novo longa-metragem da Disney foram mais parecidos com um filme de terror.

“Achei interessante pegarem alguém que fez Guerra Mundial Z, Quantum of Solace e A Última Ceia, e colocarem-no para fazer algo como Christopher Robin: Um Reencontro Inesquecível”, disse Hayley Atwell, que interpreta a esposa do protagonista do filme.

A atriz, então, entrou nos detalhes mais estranhos da produção, que substituiu os animais de pelúcia, parecidos com os personagens, por outros sem pelo, sem cabeça, ou pior.


“Quando você entende o que está fazendo e as partes com animais de pelúcia acabam, você entra e vê as versões sem cabeça e sem pelo deles. Foram gravações para o departamento de efeitos visuais, mas parecia que estávamos gravando um filme de terror de Guillermo del Toro”.

Antes de Christopher Robin: a evolução de 90 anos do Ursinho Pooh

Mas a história não acaba por aí.

“Então tinha aqueles sem braços e outros que eram como uma vara de aço, com uma luz na ponta, e toda a vez que a luz brilhava, eles falavam. Então, algumas vezes, não tinha nada [em cena]. Mas a cena inicial que fazíamos sempre era a com mais personalidade dos animais de pelúcia animados, assim, quando chegávamos ao nada, sabíamos o que estávamos fazendo”.

Atwell, então, concluiu, brincando que “o corte do diretor – esse definitivamente será um filme de Marc Forster”.

Christopher Robin: Um Reencontro Inesquecível já está em exibição nos cinemas.