O The Hollywood Reporter afirma que a Netflix pode ter uma pequena mudança em sua política após começar a produzir filmes de diretores consagrados. A plataforma de streaming pode passar a lançar filmes nos cinemas antes de disponibilizá-los online.

De acordo com a publicação, o chefe de filmes da gigante, Scott Stuber, está tentando convencer o diretor de conteúdo Ted Sarandos a promover uma exibição limitada de alguns filmes no cinema. O pedido teria surgido por conta de diretores como Alfonso Cuarón, que lançará Roma na plataforma, e Paul Greengrass, que trabalhou em 22 July.

Após esnobar Cannes, Netflix invadirá Festival de Veneza com seis filmes


O portal garante ainda que nenhuma decisão foi tomada sobre o assunto. A ideia de ter um lançamento limitado das produções seria unicamente para que elas ficassem elegíveis para as grandes premiações do cinema.

Por conta disso, o THR publica que apenas alguns títulos da Netflix chegariam aos cinemas, não todos que estão em produção.

Até o momento, os citados Roma e 22 July seguem com as suas previsões de estreia na plataforma intactas. O drama de Alfonso Cuáron deve chegar em dezembro, enquanto o filme de Paul Greengrass é lançado no dia 5 de setembro.