Demorou bastante para que o filme Podres de Ricos conseguisse que Yellow, do Coldplay, entrasse para a sua trilha sonora. Depois de vários pedidos de autorização serem recusados, uma carta do diretor Jon M. Chu enviada diretamente para os membros da banda convenceu os ingleses a permitirem o uso da faixa (veja ela na íntegra abaixo).

O primeiro “não” veio da Warner Bros. que temeu que a repercussão da escolha. O filme é protagonizado por asiáticos e yellow (amarelo) é uma forma racista de se referir a eles. “Nós vamos abraçar o termo. Se é para ser chamado de amarelo, faremos com que isso seja bonito”, argumentou o diretor.

Ainda restava conseguir a autorização do Coldplay, que negou o primeiro pedido. Segundo um jornalista, um dos possíveis motivos para a recusa seria que a banda já havia enfrentado acusações de apropriação cultural com Princess of China (2012) e Hymn for the Weekend (2016).


Restou ao diretor tentar encontrar outras músicas que fizessem a cena do filme ficar tão boa quanto a versão com Yellow. Stay, da Rihanna, e algumas músicas da Sia foram testadas, mas não tiveram o mesmo impacto para o diretor.

Podres de Ricos | Pré-estreia de comédia é marcada por gafe; veja

Então, Jon M. Chu escreveu uma carta direcionada a Chris Martin, Guy Berryman, Jonny Buckland and Will Champion, membros do Coldplay. “A palavra ‘yellow’ sempre teve um sentido negativo na minha vida…até eu ouvir sua música”, disse logo no começo do texto.

“Aquela cena com o nascer do Sol foi de tirar o fôlego para os meus lados cineasta e amante de música. Imediatamente, virou um hino para mim e meus amigos e nos deu um novo senso de orgulho que nunca tivemos”, continuou.

A carta parece ter feito a banda mudar de opinião, pois menos de 24 horas depois do pedido a resposta positiva chegou para o diretor, abrindo caminho para que Jon M. Chu deixasse a última cena do filme exatamente como queria.

Podres de Ricos já foi lançado na América do Norte e chega ao Brasil pela Warner Bros. em 1º de novembro.