O produtor britânico, Marc John, recentemente ganhou uma batalha jurídica contra a Lucasfilm, na corte do Reino Unido. John, que foi impedido de filmar uma convenção de fãs de Star Wars, pela Lucasfilm, alegou ter perdido dinheiro por não poder seu trabalho.

Agora, ele está fazendo um documentário sobre a controvérsia gerada por Star Wars: Os Últimos Jedi, procurando jogar uma luz sobre a opinião dos fãs que gostaram, ou não do Episódio VIII. Intitulado Episode Backlash, o documentário não é afiliado à Lucasfilm ou a Disney.

“Eu comecei a pesquisar sobre a situação. Como fã, eu vi uma revolta contra o que eu concordo ser uma narrativa ruim. Como jornalista, vi fãs que divulgaram suas críticas legítimas, sendo chamados de sexistas e racistas. Isso é injusto e não corresponde à verdade”, escreveu John no site do documentário (via LRM).


Star Wars: Os Últimos Jedi | Mark Hamill não sabe por que Luke se exilou

“Pelo que posso dizer, os rebeldes estão compartilhando suas visões de maneira saudável. Muitas das críticas em vídeo são bem inteligentes. Parece que existem alguns radicais, mas eu os separaria da rebelião como um todo”, continuou o documentarista.

“Muitos jornalistas não estão distinguindo a maioria rebelde da minoria radical. Junter esses dois grupos é errado e enganoso”, continuou. “Quando se tira algum tempo para investigar a situação apropriadamente, fica bem claro que a rebelião dos fãs não tem nada a ver com raça ou gênero. Os fãs só querem ver bons filmes de Star Wars. Essa rebelião não é minoria e é instigada pelo amor à Star Wars, não por ódio. Vamos abaixar a temperatura e explorar a situação em um debate civilizado, inteligente, em forma de documentário”, escreveu John.

Dito isso, ainda não há qualquer tipo de previsão de estreia sobre o filme. Quem quiser acompanhar o progresso do documentário, basta prosseguir para o site oficial do Episode Backlash.

Star Wars: Os Últimos Jedi já está disponível em Blu-Ray e DVD.