CEO da Disney finalmente quebra silêncio sobre demissão de James Gunn

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

As estruturas da Marvel foram abaladas com a demissão de James Gunn, que não apenas dirigiria Guardiões da Galáxia 3, como era um dos nomes principais da Fase 4 do Universo Cinematográfico Marvel.

Agora, o CEO da Disney, Bob Iger, enfim quebrou o silêncio sobre a demissão de Gunn, revelando que a decisão não partiu dele, mas ele a apoiou.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu diria que há uma mistura da minha ajuda em tomar a decisão com o meu apoio à decisão já tomada”, disse Iger ao THR. “Roseanne foi completamente unânime. Discutimos como seria divulgado e quando, porque havia um número de entidades que precisam ser inteiradas, mas a decisão foi unânime. A decisão acerca de James Gunn foi trazida até mim como uma decisão unânime de uma variedade de executivos do estúdio e eu apoiei essa decisão”.

Michelle Yeoh ficou “horrorizada” com a demissão de James Gunn

O entrevistador ainda comentou sobre a reação dos fãs e de algumas celebridades à demissão de Gunn. Mas Bob Iger foi categórico em sua resposta, deixando bem claro o porquê dele ser o CEO de uma das maiores companhias do mundo.

“Eu não tive dúvidas sobre a decisão deles”.

Dito isso, Guardiões da Galáxia 3, que seria dirigido por James Gunn, continua sem diretor. O que tudo indica é que a Disney não pretende trazer Gunn de volta para a Marvel.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio