Especialista garante que mulher poderá assumir papel de 007 em até três décadas

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Daniel Craig fará em Bond 25 a sua despedida do papel de James Bond, o Agente 007. Com isso, começam a circular rumores sobre quem assumirá a famosa identidade do cinema. De acordo com o especialista Jeremy Black, dificilmente será uma mulher.

O escritor, autor de O Mundo de James Bond, conversou com a Fox News e relatou que pode demorar até 30 anos para uma mulher assumir o protagonismo dos filmes de 007. O especialista não concorda com o fato, mas explicou o motivo da sua teoria.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Não consigo entender por que isso não deveria acontecer. Mas eu vou te contar uma razão pela qual eu não acho que isso vai acontecer. Se você está olhando para o James Bond como um produto comercial, o principal mercado de filmes do mundo são os Estados Unidos. E uma parte crescente do mercado de James Bond está no Extremo Oriente, Sul da Ásia e em partes do mundo onde seus valores são diferentes, digamos”, destacou Black.

Bond 25 | Cary Fukunaga reage ao trabalhar com Daniel Craig: “É um gênio”

Para o especialista, está claro que James Bond é cada vez mais um produto comercial do cinema.

“Estas são sociedades mais centradas no homem. E nessas sociedades, acho que seria difícil vender seu principal agente secreto como mulher. Agora isso pode mudar em 20, 30 anos. Mas acho que é preciso estar ciente de que existem razões comerciais”, reiterou o escritor.

Por enquanto, o novo 007 não deve ser conhecido. Daniel Craig está se preparando para voltar ao papel em Bond 25, sob o comando de Cary Fukunaga. O filme tem estreia marcada para 14 de fevereiro de 2020.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio