O mais novo documentário de Michael Moore contra Donald Trump não teve o resultado esperado nas bilheterias. A nova versão de Fahrenheit 11/9 arrecadou apenas US$ 3,1 milhões no final de semana de estreia.

A produção, que é baseada no primeiro Fahrenheit 11/9, de 2001, – produzido com informações contra George W. Bush, ficou apenas na 8ª colocação nas bilheterias. Mesmo com o fracasso, o filme continuará sendo promovido por Michael Moore, que quer ver mais pessoas indo às urnas nas eleições locais de novembro.

Portais norte-americanos acreditam que a propaganda de ser um documentário anti-Trump fez com que o filme perdesse espectadores. O público estaria cansado de ouvir sobre o presidente dos EUA, seja pelo lado bom ou ruim.


Fahrenheit 11/9 | Trump explode a Casa Branca em pôster do documentário de Michael Moore

Mesmo assim, Fahrenheit 11/9 não traz o tempo inteiro críticas ao mandatário norte-americano. Cerca de 20 minutos do longa são destinados a isso, enquanto o restante da produção tenta entender como Donald Trump foi eleito presidente.

Fahrenheit 11/9 está em exibição, por enquanto, apenas nos Estados Unidos.