A Fox continua determinada a fazer um filme solo do mutante Gambit. Com o lançamento do trailer de X-Men: Fênix Negra, o produtor e roteirista Simon Kinberg ofereceu uma atualização no projeto.

Mesmo que sem diretor ou equipe fechadas, Kinberg garante que o projeto vai acontecer, e ainda descreveu o filme protagonizado por Channing Tatum como uma “comédia romântica”.

“Quando você olha pro Gambit, você vê que ele é um trapaceiro e um mulherengo, e nós sentimos que havia essa atitude meio swag pra ele, que se traduz em uma comédia romântica.


“Sabe, quando eu digo comédia romântica, eu uso esse termo de forma livre, da mesma forma que usaria o termo faroeste para Logan. Não é como se tivessem pistoleiros no sol em Logan. É só uma vibe. E eu diria que a vibe de Gambit é a de uma comédia romântica ou sexual. Ainda que seja, no fundo, um filme de super-herói com vilões e heróis, como todos esses filmes são”, explica Kinberg.

A maldição de Gambit, o derivado de X-Men que não consegue sair do papel

Channing Tatum é o único ator atrelado ao projeto, ainda que Lizzy Caplan (Meninas Malvadas) tenha entrado em negociações para o papel protagonista feminino em certo período da produção.

No ano passado, o filme perdeu seu diretor, Gore Verbinski (Piratas do Caribe), o terceiro cineasta – após Rupert Wyatt (Planeta dos Macacos: A Origem) e Doug Liman (No Limite do Amanhã) – a tentar tirar o projeto escrito por Reid Carolin (Magic Mike) e Joshua Zetumer (RoboCop) do papel.

Gambit foi criado por Jim Lee e Chris Claremont em 1990, se tornando famoso dentro da série animada dos X-Men, que se tornou um clássico nos anos 90.

A Fox descreve o filme como “uma comédia de assalto”. Lizzy Caplan (Meninas Malvadas) também está no elenco.