Halloween | Jamie Lee Curtis afirma que terror é um filme do movimento #MeToo

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No novo Halloween, a protagonista Jamie Lee Curtis, que interpreta Laurie Strode, volta a encarar o assassino Michael Myers. Dessa vez, contará com a ajuda da filha, vivida por Judy Greer, e da neta, interpretada por Andi Matichak. Para a atriz, a força feminina do filme aumenta o destaque de movimentos como o #MeToo.

“Claramente esse filme será outra voz no coro das mulheres tomando de volta as suas histórias. O filme é parte da onda. Eu não percebi até que estivéssemos fazendo, e então eu percebi o que Laurie Strode estava fazendo, e é muito poderoso”, destacou a atriz para Entertainment Weekly.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A protagonista ainda declarou que o diretor David Gordon Green e o roteirista Danny McBride não fizeram o filme pensando nesses movimentos. Mas, a história naturalmente dá esse discurso.

Halloween | Jamie Lee Curtis estampa capa de revista com abóbora de Michael Myers

“É uma ocorrência natural da mudança, uma troca no pensamento, na atitude, e nas ações que vem com esses momentos de uma tremenda transformação cultural”, analisou a atriz.

Essa nova iteração da franquia Halloween é ambientada 40 anos após o clássico de John Carpenter, trazendo Jamie Lee Curtis, Nick Castle, Judy Greer e Miles Robbins no elenco central.

David Gordon Green dirige o filme e escreve o roteiro ao lado do comediante Danny McBride, além de ter produção do renomado Jason Blum e trilha sonoral original de Carpenter.

Halloween estreia nos cinemas brasileiros em 25 de outubro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio