O New York Times trouxe nesta sexta-feira (7) a repercussão da rápida decisão da Academia do Oscar de retirar da cerimônia de 2019 a categoria de Melhor Filme Popular. De acordo com a publicação, dois responsáveis por essa mudança foram a atriz Laura Dern e o diretor Steven Spielberg.

Recentemente, o comitê do Oscar se reuniu para debater algumas mudanças. Entre elas, a que mais teria causado discussão, que foi justamente a criação da nova categoria. Enquanto o presidente da Academia do Oscar, John Bailey, argumentou pela inclusão, a reportagem garante que Laura Dern foi “inflexivelmente contra” e Steven Spielberg se sentiu “desconfortável” com o novo prêmio.

Oscar não terá categoria de Melhor Filme Popular em 2019


Mesmo com essas informações, John Bailey garantiu em entrevista ao The Hollywood Reporter que não foi isso que fez a categoria ser arquivada. Mas, o presidente da Academia admitiu que se surpreendeu com as reações quando a novidade foi anunciada ainda no mês passado.

“Eu não sei o que aconteceu porque quem critica são as mesmas pessoas que criticam o Oscar por ser irrelevante e não levar em conta o gosto popular. As mesmas pessoas que nos criticaram por irrelevância e elitismo são as mesmas que se tornaram os guardiões da cerimônia, falando sobre uma fragilização do Oscar”, destacou John Bailey ao site.

Mesmo que a categoria de Melhor Filme Popular não seja introduzida na cerimônia de 2019, há a possibilidade de ela aparecer em futuras edições do Oscar. A cerimônia do próximo ano está marcada para o dia 24 de fevereiro.