X-Men: Fênix Negra | Diretor define filme como “o mais íntimo, sentimental e pessoal” da franquia

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Logo após o lançamento do trailer de X-Men: Fênix Negra, o diretor Simon Kinberg concedeu entrevista para Empire para comentar as principais cenas da prévia. Na conversa, o cineasta revelou que tentou fazer um filme diferente dos que já foram lançados pela franquia.

Primeiro, o diretor explica que o filme se passa na década de 90. Os mutantes são conhecidos, até então, como heróis.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Os X-Men se tornaram os X-Men que nós conhecemos dos quadrinhos – como heróis. Eles ainda são vistos como diferentes na sociedade, mas eles são mais acolhidos do que nunca. E quando o filme começa, em 1992, eles são conhecidos como heróis”, explicou Simon Kinberg.

Ainda tratando da história, o diretor contou que o Professor Xavier (James McAvoy) vem trabalhando secretamente para Jean Grey (Sophie Turner) não perder o controle. Esse ponto será mostrado no filme, assim como uma relação mais complexa dos personagens.

“É a hora mais inoportuna para ela ser emocionalmente instável, porque ela está ficando instável de uma maneira bem diferente depois desse evento cósmico no espaço. Nesse sentido, Fênix Negra é o filme mais íntimo, sentimental e pessoal que nós fizemos, e ainda há essa distância maior, indo além do nosso planeta, até mesmo da nossa galáxia. Isso é um sentimento de que as coisas estão acontecendo emocionalmente para Jean e o que está acontecendo de cósmico dentro dela é o que está a fazendo incrivelmente destrutiva e perigosa”, aprofundou-se o diretor.

X-Men: Fênix Negra | Trailer mostra o novo uniforme dos mutantes

Em Fênix Negra, os X-Men encaram um dos vilões mais formidáveis e poderosos: uma das suas próprias integrantes, Jean Grey. Durante uma missão de resgate no espaço, Jean quase é morta quando atingida por uma misteriosa força cósmica. Uma vez que ela retorna para casa, essa força não só a faz muito mais poderosa, como também mais instável.

Lutando contra essa entidade dentro dela, Jean utiliza todo o seu poder em formas que nem ela consegue compreender ou conter. Com Jean fora do controle, e machucando aqueles que ama, ela começa a desvendar os segredos que unem os X-Men. Agora, com essa família se despedaçando, eles precisam encontrar um jeito de se manterem unidos – não apenas para salvar a alma de Jean, mas também para salvar o planeta dos aliens que querem usar essa força como uma arma e comandar a galáxia.

O elenco conta com os retornos de Sophie Turner, James McAvoy, Michael Fassbender, Jennifer Lawrence, Nicholas Hoult, Alexandra Shipp, Tye Sheridan, Evan Peters e Kodi Smit-McPhee. Jessica Chastain vive a vilã do filme.

X-Men: Fênix Negra estreia nos cinemas brasileiros em 14 de fevereiro de 2019.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio