Em um período no último ano, a DC literalmente anunciava projeto atrás de projeto, com poucos de fato vendo a luz do dia; ainda no inferno do desenvolvimento na Warner Bros.

Um deles era um filme solo do vilão Exterminador, vivido por Joe Manganiello na cena pós-créditos de Liga da Justiça, e que supostamente seria dirigido por Gareth Evans (Operação Invasão).

“Eu tive uma conversa de telefone que eu acho que foi noticiada demais, sobre Deathstroke com a DC. Nós conversamos sobre isso antes, tivemos algumas conversas. Um dos caras da DC e na Warner Bros, uma com o Joe [Manganiello], que está com o personagem há algum tempo agora, que é apaixonado pelo personagem, aliás. Eu nunca conheci alguém que saiba mais sobre seu personagem”, falou Evans.


O diretor então falou sobre sua pesquisa para o personagem, que ele admitiu não conhecer tão bem.

“Eu estava me integrando no assunto e fiz um pouco de pesquisa, li alguns desses quadrinhos. Eu comecei a pesquisar as histórias de origem. Eu gosto de descobrir qual é a origem do personagem, o que os molda, o que lhes garante personalidade. Havia algumas inteirações de sua origem que eram bem interessantes pra mim. Havia o jeito original como esse personagem foi criado e então havia licenças criativas na forma como ele perdeu o olho, por exemplo, coisas assim. Foi uma experiência interessante”, revela o diretor.

Batman de Ben Affleck sai das sombras em nova foto divulgada por Zack Snyder

“Nada passou dessas conversas. Não tenho notícias deles há um longo tempo. Para ser sincero, toda vez que eu vejo um artigo sobre isso eu quero perguntar, ‘Beleza, o que vocês sabem que eu não sei?’ Porque eu não ouvi nada deles por um bom tempo ainda. Eu não sei se isso ainda vai voltar pra mim em algum ponto. Mas eu sei que não tive mais conversas sobre esse projeto há um bom tempo”, garante Evans.

Não houve mais nenhuma informação sobre a próxima aparição de Joe Manganiello como Exterminador no Universo da DC dos cinemas, tendo sido considerado o vilão principal de The Batman quando Ben Affleck ainda estava dirigindo.