Com as gravações do elenco principal terminadas no início desta semana, Jon Landau, um dos produtores das sequências do sucesso de James Cameron, explicou para o site IndieWire como o futuro de Avatar será pautado pela tecnologia de produção.

Avatar | Elenco principal já terminou gravações em todas as sequências

“Dessa vez nós fomos capazes de iluminar bem mais a produção virtual antes do material ser enviado para a Weta (companhia neozelandesa de efeitos especiais). É uma proporção bem mais direta, então nós estamos trabalhando com um material bem mais leve”, afirmou Landau


O produtor também afirmou que o apoio da Weta foi imprescindível para a concretização da visão de James Cameron, especialmente na parte de computação gráfica.

“Nós sempre dizemos que esses filmes são mais sobre performances faciais do que qualquer outra coisa. No primeiro filme, nós usamos uma única câmera de definição tradicional para gravar as expressões dos atores. Agora, nós estamos usando duas câmeras HD para gravar a atuação e garantir que estamos absorvendo ao máximo as performances dos atores. E agora, com dois fantoches de CGI (um do ator e um do personagem), a Weta está levando a produção para outro nível”, explicou Landau

As sequências de Avatar terão os respectivos títulos: Avatar: The Way of Water (Avatar: Caminho da Água), Avatar: The Seed Bearer (Avatar: Portador da Semente), Avatar: The Tulkun Rider (Avatar: O Rio Tulkun) e Avatar: The Quest for Eywa (Avatar: A Busca por Eywa).

Mais detalhes das produções não foram revelados. O que se percebe e que foi confirmado por Sigourney Weaver é que todos os filmes seguem a história em Pandora.

Os longas prometem trazer uma história contínua, seguindo os passos da atriz, Zoe Saldana e Sam Worthington. Além disso, a própria protagonista garante que os filmes 4 e 5 já estão em gravações.

Avatar 2 estreia em 17 de dezembro de 2020. James Cameron retorna para a direção.