Bernardo Bertolucci, diretor conhecido por Último Tango em Paris e O Último Imperador, faleceu aos 77 anos. A informação foi confirmada por um assessor do diretor italiano à BBC.

Conforme o comunicado, o cineasta vinha lutando contra um câncer e faleceu em decorrência da doença. Maiores informações sobre a morte do diretor não foram repassadas.

Em sua carreira, Bernardo Bertolucci ganhou dois Oscars, de Melhor Direção e Melhor Roteiro Adaptado, ambos por O Último Imperador, de 1987. Além disso, vale dizer que o filme venceu todos os nove prêmios em que foi indicado.


Diretor de Último Tango em Paris quer trabalhar com Kevin Spacey e critica postura de Ridley Scott

O diretor italiano também ganhou uma estrela na Calçada de Fama de Hollywood em 2008. No entanto, o seu nome foi recentemente ligado a um escândalo na mídia, envolvendo o clássico Último Tango em Paris, de 1972.

Ainda em 2013, a atriz Maria Schneider alega ter sido violentada pelo ator Marlon Brando durante as filmagens do longa. Em 2016, o diretor admitiu que combinou com o ator o uso de manteiga, mas respondeu que Schneider sabia que a cena seria de abuso.

Bernardo Bertolucci começou a carreira aos 20 anos, sendo assistente do diretor Pier Paolo Pasolini. O italiano deixa a esposa, a escritora Clare Peploe, de 76 anos.