Creed 2 | Diretor explica por que o filme não aborda a tensão política entre a Rússia e os EUA

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em entrevista para Yahoo Entertainment, o diretor Steven Caple Jr. explicou o motivo de ter escolhido não abordar as tensões políticas entre os Estados Unidos e a Rússia em Creed 2.

Creed 2 | Sylvester Stallone se despede de Rocky Balboa nas redes sociais

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em tempos de presidência de Donald Trump e acusações de interferência russa nas eleições, o assunto ter ficado de fora da trama do filme foi completamente proposital.

“Nós queríamos que as pessoas deixassem a sessão pensando sobre família e legado, não necessariamente sobre política. Nós nos sentimos cercados, quase sufocados, por tudo o que está acontecendo. Quando nós começamos a desenvolver os personagens, esse não era o ponto. Quando eu apresentei o projeto para o Stallone, ele também achou que era desnecessário. Havia tanta história, tanto amor nesse projeto, que eu acho que ele é uma maneira diferente de nós usarmos nossa plataforma para dizer algo”, revelou o diretor.

A franquia Creed acompanha a carreira do lutador Adonis Creed, de Michael B. Jordan. No novo filme, três anos depois do primeiro, Adonis voltará aos ringues, para enfrentar o filho de Ivan Drago, o homem que matou seu pai no quarto filme da franquia Rocky Balboa, de Sylvester Stallone.

Dirigido por Steven Caple Jr., o filme marca o retorno de Jordan, Sylvester Stallone e Tessa Thompson.

Creed 2 estreia nos cinemas brasileiros em 24 de janeiro de 2019.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio