A Netflix está expandindo seu catálogo de longas originais em 2018 com uma variedade de produções, e uma delas é o premiado Girl, que foi exibido no Festival de Cannes.

Porém, após o serviço de streaming anunciar que cortaria uma das cenas do filme, que envolve nudez do ator de 15 anos Victor Polster, o diretor Lukas Dhont lançou uma declaração contra essa decisão.

“Após notícias que saíram esta semana na mídia Belga, nós como cineastas tivemos algumas conversas internas com a Netflix sobre como alguns materiais de Girl poderiam ser recebidos fora da Europa. Nos deram a opção de editar o filme, e sempre foi um diálogo onde os diretores têm a maior voz. A versão de Girl que estreará na Netflix será a mesma versão que foi exibida em Cannes e nos cinemas da Bélgica e outras partes do mundo”, declarou o diretor, via The Hollywood Reporter.


O filme belga narra a história de uma garota transgênera que treina para se tornar uma bailarina, sendo premiado com o Fipresci Prize no Festival de Cannes.

Girl chegará ao catálogo da Netflix em 18 de janeiro de 2019.