Me Chame Pelo Seu Nome | James Ivory e criador da história não querem uma sequência

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Se a sequência de Me Chame Pelo Seu Nome acontecer, o roteirista e diretor James Ivory, de 90 anos, não estará nela.

Em entrevista ao Indie Wire, o veterano cineasta revelou que não concorda com uma continuação. Ao que parece, a ideia da sequência é do diretor Luca Guadagnino.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu não vou estar e não quero estar envolvido. Eu não quero transformar Timothée Chalamet em um homem de 45 anos. Eu digo, será tão horrendo e uma aparência falsa se é o que estão pensando em fazer”, afirmou James Ivory.

O roteirista também revelou que o escritor André Aciman, que criou o livro que inspirou o filme, também não quer a continuação. Caso aconteça, Aciman é mais uma baixa no filme.

Me Chame Pelo Seu Nome | Continuação do filme vai acontecer, garante ator

“André Aciman apenas riu da ideia. Ele disse que não é uma boa ideia. Eles não podem fazer a sequência, digo, sem Aciman junto. É o seu personagem e a sua história. Mas eu vi que a ideia morreu um pouco. Não ouvi falar mais nada”, revelou o roteirista, lembrando que os direitos dos personagens Elio e Oliver pertencem ao autor.

Em contrapartida, o diretor Luca Guadagnino já revelou que sua ideia para uma sequência era levar os personagens de Hammer e de Timothée Chalamet para os anos 1990, cerca de 5 anos depois dos acontecimentos do primeiro filme.

Me Chame Pelo Seu Nome foi aclamado pela crítica em seu lançamento em novembro do ano passado. O filme recebeu quatro indicações ao Oscar e ganhou o prêmio de Melhor Roteiro Adaptado.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio