David Morrell, criador do livro que inspirou a franquia cinemática Rambo, refletiu em entrevista para o site Digital Spy sobre as mudanças que o personagem de Sylvester Stallone sofreu na adaptação do livro para o cinema.

Rambo 5 | Detalhes da trama revelam que filme com Sylvester Stallone será “o mais violento possível”

“No meu romance, ele é muito bravo. No filme, ele é uma vítima. Eles quase chegam a usar momentos sentimentalistas, que comunicam muito bem com a audiência. Algumas pessoas disseram ‘como o ator pode atuar sem diálogo?’. Então, na verdade quando não existe o diálogo, é aí que tudo fica mais difícil”, afirmou o escritor.


O autor também falou sobre mudanças em outros personagens e no encerramento da obra.

“O final também é bem diferente. Eles diminuíram o personagem do chefe de polícia. No ponto de vista do meu romance, ele e Rambo eram completamente opostos e tinham igual importância para o desenvolvimento da trama”, revelou o autor.

O livro First Blood (Primeiro Sangue) foi lançado por David Morrell em 1972. Dez anos depois, ele foi adaptado para o cinema por Ted Kotcheff

No momento, Rambo está ganhando um quinto filme.

Na trama, o protagonista, novamente vivido por Sylvester Stallone, deve se juntar também a uma jornalista para resgatar mulheres de um esquema de tráfico sexual. Rambo terá que mais uma vez utilizar as suas habilidades de combate para vencer um poderoso traficante.

O filme será dirigido por Adrian Grunberg e está previsto para estrear em 2019.