Ao longo das décadas, muitos fãs notaram que Rambo, vivido por Sylvester Stallone nos cinemas, possui diversos sintomas do transtorno de estresse pós-traumático.

Como se sabe, o personagem esteve na Guerra do Vietnã e é comum que veteranos de combate sofram com a condição depois de participar de episódios como esse. Por conta disso, há uma teoria de que o personagem tenha o transtorno.

Ao Digital Spy, o criador do personagem e autor de First Blood, de 1972 – primeiro livro do Rambo, David Morrell, respondeu se a teoria é verdadeira ou não.


“Isso entrou em circulação mais na década de 80”, disse o escritor.

No entanto, David Morell contou que na sua juventude, quando estudou na Universidade da Pensilvânia, se encontrou e conversou com veteranos de guerra sobre os seus tramas.

“Eles me falavam sobre a experiência deles depois que voltaram aos Estados Unidos, sobre pesadelos, o suador, o vacilo ao ouvir altos barulhos e tentar se esconder se há barulho de surdinas de carro. Esses homens também tinham problemas para se relacionar e problemas com bebidas. Todos são sintomas do estresse pós-traumático. Fizeram parte do projeto”, declarou o escritor.

Rambo 5 | Sylvester Stallone está pronto para guerra em primeira imagem oficial do filme

Outra inspiração para criar Rambo foi Audie Murphy, o soldado norte-americano mais condecorado da Segunda Guerra Mundial.

“Ele tinha todos os sintomas, ele dormia com uma arma e acordava de noite, com pesadelos, atirando a arma”, relatou o autor.

Mesmo que na época em que escreveu o livro o transtorno não tivesse esse nome, Morrell confirmou que o Rambo realmente retrata alguém que sofra com o estresse pós-traumático.

No momento, o personagem está ganhando um quinto filme.

Na trama, o protagonista, novamente vivido por Sylvester Stallone, deve se juntar também a uma jornalista para resgatar mulheres de um esquema de tráfico sexual. Rambo terá que mais uma vez utilizar as suas habilidades de combate para vencer um poderoso traficante.

O filme será dirigido por Adrian Grunberg e está previsto para estrear em 2019.