O Golden Horse Awards, equivalente chinês ao Oscar do ocidente, teve seus vencedores eclipsados por uma polêmica na cerimônia. Fu Ye, vencedora do prêmio de Melhor Documentário, fez um discurso impactante em defesa da independência do Taiwan e acabou sendo censurada por isso.

Compra da Fox pela Disney é aprovada pela China

“Eu espero que um dia nosso país seja reconhecido e tratado inteiramente como uma entidade independente. Esse é o meu maior desejo como taiwanesa”, afirmou Ye, cujo documentário também fala sobre a necessidade de auto-regulação do país.


De acordo com o site China Film Insider, os convidados da premiação reagiram com espanto e constrangimento às declarações de Fu Ye.

A polêmica sobre a independência do Taiwan já vem acontecendo há várias décadas. O país tem governo próprio desde 1949, mas aos olhos da China, ele ainda é uma província rebelde.

Ao final do discurso de Fu Ye, a transmissão da cerimônia foi cortada, e a cineasta, censurada. A atriz Gong Li teria se negado a apresentar o prêmio de Melhor Filme após o discurso de Fu Ye. Diversas celebridades chinesas também cancelaram suas aparições na festa pós-premiação.