Joe e Anthony Russo, diretores de Vingadores: Guerra Infinita e Vingadores 4, participaram de um painel do Collider e responderam, sem entrar em detalhes, perguntas sobre a Marvel.

Uma delas, como compartilhou o jornalista Peter Sciretta, que estava no evento, foi sobre as gravações de Vingadores 4 e Vingadores: Guerra Infinita. Anteriormente, havia a informação de que os filmes seriam gravados juntos, porque um seria o complemento de outro.

Os Irmãos Russo confirmaram a informação e contaram que mudaram de ideia porque perceberam que as histórias terão linhas diferentes. Até por isso, Vingadores 4 terá outro nome e não será chamado de Vingadores: Guerra Infinita Parte 2, como era planejado.


“Eles originalmente planejaram os filmes ao mesmo tempo, mas as histórias ficaram muito complexas e eles quiseram tratar elas de maneira diferente já que são longas bem diferentes. Então, a decisão foi feita há alguns meses de filmar eles em sequência do que ao mesmo tempo”, afirmou o jornalista.

Vingadores 4 | Filme não será o fim de Chris Evans como Capitão América, indica co-diretor

O fato explica as regravações que aconteceram em setembro, que teriam até contado com filmagens de cenas novas, incluindo o possível final de Vingadores 4. Além disso, os Irmãos Russo relataram que viram na pré-produção que não daria certo gravar os filmes ao mesmo tempo.

“Equipe estava ficando confusa nos encontros de produção sobre qual cena iria estar em qual filme e isso estava atrapalhando a preparação”, explicou Sciretta.

Vingadores 4 já finalizou suas refilmagens e está na fase de pós-produção, com primeiro trailer e material promocional sendo prometidos para o final do ano.

A continuação de Vingadores: Guerra Infinita deve mostrar o embate final entre Thanos e os Vingadores. A Capitã Marvel e o Homem-Formiga devem se unir à super-equipe na história.

Vingadores 4 chega aos cinemas no dia 2 de maio de 2019.