Aladdin | Produtora fala sobre polêmica racial envolvendo a intérprete de Jasmine

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Durante uma entrevista para a Entertainment Weekly, a produtora Julie Ann Crommett, que atua como vice-presidente de engajamento multicultural na Disney, falou sobre a polêmica racial envolvendo a escolha de Naomi Scott para o papel da princesa Jasmine no live-action de Aladdin.

Quando Scott foi anunciada, muitos fãs acusaram o filme de apagamento racial, pois a atriz é descendente de indianos, enquanto Jasmine é uma princesa árabe. Crommett então explicou que a escolha de Scott para o papel foi importante para refletir um povo que também pode ser identificado como parte dos habitantes da cidade de Agrabah, uma vez que a ideia da Disney é que Agrabah, por ser fictícia, seja um local híbrido no qual é possível encontrar referências a diversas culturas orientais.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Considerando um primeiro filme de animação, a origem da história e o texto, vemos refletidas uma associação de diversas culturas consideradas partes da grande região do Oriente Médio, que vai do sul asiático até a China, no que nós chamamos de Rota da Seda. Houve uma intenção real de que Agrabah refletisse a Rota da Seda e a diversidade que encontramos naquele período” disse Crommett.

A produtora ainda explicou que será possível ver “não apenas no elenco principal, mas também no plano de fundo, uma cidade que reflete diversas regiões estendidas”.

Aladdin | Will Smith e elenco aparecem em vídeo dos bastidores do remake live-action

Sob direção de Guy Ritchie (Sherlock Holmes), o filme recontará a história do pobre garoto Aladdin (Mena Massoud) que tem apenas como sua família o macaquinho Abu. Depois de conhecer e se apaixonar pela princesa Jasmine (Naomi Scott), Aladdin encontra um lâmpada mágica, lar de Gênio (Will Smith), que o ajuda a conquistar o coração da amada.

Alan Menken assina a trilha sonora de Aladdin – ela já é velho de casa na Disney, tendo trabalhado em animações como Pocahontas, A Pequena Sereia, A Bela e a Fera, e também no clássico Aladdin. Já Benj Pasek e Justin Paul contam em seu currículo com La La Land: Cantando Estações.

Aladdin estreia em 23 de maio de 2019 no Brasil.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio