Filme interativo da Netflix lançado na sexta-feira (28), Black Mirror: Bandersnatch oferece inúmeras possibilidades para o espectador através de suas escolhas, tornando possível seguir diferentes rumos que, por sua vez, oferecem diferentes conclusões.

Em meio a tantos quebra-cabeças e linhas paralelas, há certos detalhes sobre a trama que ainda não foram descobertos mesmo pelos fãs mais esforçados – e que provavelmente jamais serão.

Em entrevista ao Hollywood Reporter, o diretor David Slade contou que há cenas que foram gravadas mas que jamais serão assistidas, independente do número de vezes que o espectador “retorne no tempo”.


“Há cenas que algumas pessoas simplesmente nunca verão e tivemos que nos certificar de que estávamos bem com isto. Na verdade, gravamos uma cena que nem mesmo nós conseguimos acessar.”

Black Mirror: Bandersnatch | Crítica

Bandersnatch é sobre a história de um jovem programador que cria um jogo a partir de um romance. No entanto, o protagonista começa a perder o controle sobre o que é a realidade e o que é o mundo virtual.

O especial de Black Mirror vai contar um recurso inédito: o espectador poderá escolher o final do filme, contando com 5 horas de material gravado.

O protagonista desse especial de Black Mirror é Fionn Whitehead, que fez sua estreia nas telas com Dunkirk.

Black MirrorBandersnatch está disponível na Netflix.