Chris Columbus revela por que não dirigiu Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em um painel especial na CCXP 2018, o cineasta Chris Columbus contou por que não retornou para dirigir Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban.

Columbus havia sido o responsável pela direção dos dois primeiros capítulos da franquia.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“O primeiro filme foi um grande desafio. Ficamos 160 dias no estúdio e, em A Câmara Secreta, ficamos mais 160 dias. Queria ter feito todos os filmes, mas o cansaço era muito grande e minha família queria retornar para os Estados Unidos, então contratamos Alfonso Cuarón para fazer o terceiro e continuei como produtor”, disse.

Harry Potter e a Criança Amaldiçoada | Peça bate recorde de bilheteria na Broadway

Em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, o terceiro ano de ensino na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts se aproxima. Porém um grande perigo ronda a escola: o assassino Sirius Black (Gary Oldman) fugiu da prisão de Azkaban, considerada até então como à prova de fugas.

Para proteger a escola são enviados os Dementadores, estranhos seres que sugam a energia vital de quem se aproxima deles, que tanto podem defender a escola como piorar ainda mais a situação.

Aclamado pela crítica, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban foi dirigido por Alfonso Cuarón e é tido como o favorito de muitos fãs da franquia.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio