Scott Derrickson, conhecido por ter dirigido o filme Doutor Estranho, quase abandonou o Twitter após alguns comentários polêmicos que fez na rede social.

Tudo começou quando Derrickson comentou que gostou do filme Bohemian Rhapsody, cinebiografia que foi muito criticada por não abordar com profundidade questão relacionadas à sexualidade do cantor Freddie Mercury.

“Eu realmente gostei de Bohemian Rhapsody. A maioria dos críticos que opinaram sobre o filme não diriam isso. Mas eu me recuso a julgar um filme por algo que eu gostaria que ele fosse e sim pelo que ele é” comentou o diretor.


O comentário não foi bem recebido por críticos de cinema, que começaram a criticar as ideias de Derrickson, ao passo que o diretor disse: “Críticos de cinema não deveria entrar nas redes sociais de roteiristas – existe um conflito profissional de interesses”.

Doutor Estranho | Linha do tempo oficial da Marvel cria furo no roteiro do filme

As críticas contra o diretor continuaram, ainda que ele tenha elogiado os profissionais da crítica de cinema: “Crítica de cinema de qualidade é uma forma de arte que requer enorme conhecimento, dedicação, criatividade e habilidade. Muitas vezes, até sacrifício financeiro” .

O diretor chegou a cogitar deixar a rede social, mas resolve continuar no Twitter após receber um elogio de Chaz Ebert, esposa do falecido crítico de cinema, Roger Ebert: “Ola Scott, eu não sei o que o levou à sua declaração, mas tenho que dizer que Roger apreciava a sua forma de fazer cinema e ele disse que viu nela algo que aprofundava o intelecto e os personagens”.

Após isso, Derrickson agradeceu Chaz e o debate aparentemente terminou.