Um dos maiores vilões dos quadrinhos da Marvel é o Doutor Destino, que já teve retratos não muito dignos no cinema nas adaptações do Quarteto Fantástico da Fox.

Em entrevista para o Digital Spy, Julian McMahon, que viveu Victor Von Doom no Quarteto Fantástico de 2005 e sua continuação, disse que tem interesse em explorar a história do vilão em um filme solo.

“Eu adoraria fazer um filme do Doutor Destino. Eu acho que o personagem pode ser sua própria coisa. É isso que está no núcleo de, eu acho, coisas da Marvel – os vilões sempre começam como pessoas boas, e eles se tornam quem se tornam por conta de elementos que aconteceram ao redor deles”, explica o ator.


“Eles não nascem maus. Eles não são simplesmente loucos. Foi uma circunstância. Foram situações. Foram desafios de personalidades e ego e todas essas coisas que colocaram seu rumo em outra direção. Mesmo quando eu interpretei o Doutor Destino, nós tínhamos que encontrar um jeito… Na verdade, nós meio que exploramos com a viagem pro espaço. Todos foram afetados, e é como ganharam os poderes. Infelizmente para o Doom, ele ficou cicatrizado pra sempre”, reflete.

Quarteto Fantástico | Doutor Destino enfrenta Galactus em capa de nova HQ

Noah Hawley vem há algum tempo produzindo o filme do vilão para a Fox. A última informação é de que o roteiro estaria pronto, mas a produção não deve começar até o acordo com a Disney ser finalizado.

Na metade de 2018, o diretor contou que pode transformar o filme do Doutor Destino em um thriller político, descrevendo a luta do personagem como um governante narcisista, mas generoso, do país fictício Latveria.

O longa segue sem previsão de estreia.