A mera ideia de se tentar fazer uma continuação para o clássico Mary Poppins já é arriscada, e o veterano Dick Van Dyke era um dos muitos céticos com O Retorno de Mary Poppins.

Em entrevista para o PEOPLE, o ator de 93 anos – que retorna para o novo filme – revelou que não estava confiante na ideia de uma continuação, mas que foi convencido ao entender o propósito.

“Eu tinha algumas ressalvas. Porque continuações tradicionalmente nunca funcionam, elas nunca são tão boas quanto o original”, diz o ator.


“Mas esta é uma homenagem a Walt [Disney] e o filme original. Eu fiquei tão impressionado pelo fato de o coração deles estar no lugar certo. Eles queriam prestar respeito ao original. E eu fiquei animado quando me chamaram, porque eu meio que havia encerrado isso”, admite Van Dyke.

“Quando fiquei sabendo que eu faria um pequeno número, aquilo me convenceu. Eu achei que poderia contribuir sendo apenas uma pequena lembrança do original. E acho que ficou bom. Eu pude pular em uma mesa e fazer um número de dança. Surpreendeu a todos, mas ninguém ficou tão surpreso quanto eu. Nós fizemos diversas tomadas e eu fiquei impressionado. Eu adorei, claro”, revela o ator.

O Retorno de Mary Poppins | Jefferson Schroeder interpreta todos os personagens em vídeo dos bastidores

Em O Retorno de Mary Poppins, Emily Blunt assume o papel da personagem que ficou eternizada por Julie Andrews no clássico de 1964. Mas, de acordo com a atriz, a sua versão será um tanto diferente da de Julie.

O elenco conta ainda com Lin-Manuel Miranda, Dick Van Dyke e Angela Lansbury. A direção é de Rob Marshall (Caminhos da Floresta) e o roteiro fica por conta de David Magee.

O Retorno de Mary Poppins estreará em 20 de dezembro de 2018.