Após Kevin Hart ser anunciado como apresentador do Oscar 2019 e perder o trabalho alguns dias depois, após piadas homofóbicas do passado do comediante terem ressurgido, a Academia está indecisa.

De acordo com uma reportagem da Variety publicada nesta segunda-ferira (10), a Academia ainda não tem uma escolha certa para apresentar a cerimônia, e tem uma opção radical: não ter um apresentador.

A Variety afirma que uma das opções é adotar uma estrutura similar à do Saturday Night Live, colocando diversas celebridades para comandar as diferentes porções da cerimônia.


Leonardo DiCaprio recebeu Oscar de Marlon Brando de presente de empresário acusado de fraude

A escolha mais tradicional para o trabalho seria um apresentador de talk show, como foi o caso de Jimmy Kimmel nas últimas edições, mas a Variety afirma que os produtores do Oscar estão com medo de apostar em alguém “ousado” demais.

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas ainda não se pronunciou sobre o ocorrido. A 91ª edição do Oscar acontece em 24 de fevereiro de 2019.