Acusado de assédio sexual, ex-chefe da Pixar é interrogado por funcionários de nova empresa

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Co-fundador da Pixar, que abandonou a empresa após receber diversas acusações de assédio sexual e comportamento inadequado em local de trabalho, John Lasseter foi interrogado pelos funcionários da nova companhia na qual está trabalhando, de acordo com a Variety.

Lasseter participou de uma reunião “pesada” na prefeitura de Los Angeles, na sede da Skydance Animation, após ter sido nomeado o chefe de animação do estúdio.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Após saída da Disney, John Lasseter vai comandar divisão de animação na Skydance

Lasseter teria recebido “perguntas contundentes, de funcionários mais jovens da equipe, sobre como se comportará em seu novo papel na empresa”.

O relatório diz ainda que Lasseter “admitiu ter cometido erros no passado – e que agora está comprometido a provar que mudou”.

O CEO da Skydance, David Ellison, também foi interrogado após escolher Lasseter como o líder do departamento de animação.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio