Bohemian Rhapsody | Rami Malek diz que não sabia das acusações de assédio sexual e abuso contra Bryan Singer

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Diretor de Bohemian Rhapsody, Bryan Singer é o centro de diversas acusações de assédio sexual e abuso contra menores nos últimos anos, algo de que Rami Malek aparentemente não estava ciente.

Em entrevista ao LA Times, Malek contou que não sabia dos supostos crimes de Singer quando aceitou interpretar Freddie Mercury.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Minha cabeça estava se preparando para o personagem cerca de um ano antes, e nunca fiz uma pesquisa. Não sabia muito sobre o Bryan”, explicou. “Honestamente desconhecia as alegações, acredite ou não.”

Bohemian Rhapsody | Produtor explica motivo de Bryan Singer ter abandonado o filme no fim da produção

Bohemian Rhapsody retrata a rápida ascensão de Freddie Mercury (Rami Malek) e do Queen ao sucesso. A trama ainda pretende explorar a relação do líder com os seus colegas de banda, Brian May (Gwilym Lee), John Deacon (Joseph Mazzello) e Roger Taylor (Ben Hardy).

O elenco ainda conta com participações de Lucy Boynton, Mike Myers e Tom Hollander.

A direção ficou por conta de Bryan Singer.

Já o roteiro é assinado por Anthony McCarten, que foi indicado ao Oscar pelos dramas biográficos A Teoria de Tudo e O Destino de uma Nação.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio