Além de ter sido massacrado pela crítica e os fãs do anime, a adaptação da Netflix para o famoso Death Note acaba de ganhar mais problemas.

De acordo com o Anime News Network, o filme de Adam Wingard usou imagens reais de um acidente de trem na Bélgica em uma das cenas, e o fez sem a devida autorização do governo do país.

“Isso demonstra pouco respeito com as vítimas e parentes dos sobreviventes, ou à equipe da ferrovia e os serviços de emergência. Estamos decidindo se vamos tomar medidas para lidar com essa questão”, afirmou Dimitri Temmerman a um jornal local.


A Netflix não se pronunciou sobre o assunto.

Death Note | Primeiras escolhas para papel de Ryuk eram David Bowie e Prince, conta diretor

O primeiro Death Note traz, no elenco, Nat Wolff, Lakeith Stanfield e Willem Dafoe (que ficou com o papel de Ryuk). Margaret Qualley (The Leftovers) também está no elenco como Mia Sutton, Paul Nakauchi (Alpha and Omega) como Watari e Shea Whighan (Agent Carter) como James Turner.

Jeremy Slater (Quarteto Fantástico) escreveu a última versão do roteiro. Adam Wingard (Você é o Próximo, The Guest) dirige o remake de Death Note, que já foi adaptado no Japão.

O primeiro filme de Death Note já está disponível na Netflix. Sua continuação não tem previsão de estreia ainda.