Uma pesquisa da Universidade do Estado de San Diego mostrou que diminuiu o número de diretoras comandando os filmes de maior orçamento de Hollywood de 2018. Em comparação com 2017, o número é 3% menor.

Os dados vão contra a superfície que se nota em Hollywood. Em 2018, Ava DuVernay foi a primeira mulher a dirigir um filme com orçamento de mais de US$ 100 milhões, com Uma Dobra no Tempo.

Além disso, Cathy Yan foi confirmada em Aves de Rapina, enquanto Patty Jenkins voltou para comandar Mulher-Maravilha 1984. Mesmo assim, ao que indica a pesquisa, esses são casos raros.


Adoráveis Mulheres | Emma Watson divulga foto de Greta Gerwig dirigindo o remake

O estudo foi feito a partir dos 250 filmes com maior orçamento do ano. A porcentagem encontrada de diretoras foi de 8%, dado menor que o verificado em 1998, quando 9% dos longas eram comandados por mulheres.

Em contrapartida, foi verificado que o número de mulheres em outras funções, como roteiro, edição e produção, subiu de 18% para 20%. É também notado que, individualmente, os números nesses cargos melhoraram: 26% dos filmes têm mulheres na produção, 21% na produção executiva, 21% na edição, 16% na edição, 16% no roteiro e 4% na direção de fotografia.

“É necessária uma vontade de mudar, uma propriedade do problema – significando esforço para maiores papéis, transparência, e traçar objetivos”, afirmou Martha Lauzen, responsável pela pesquisa.