Designer de produção de Homem-Aranha: No Aranhaverso, Justin K. Thompson contou em uma entrevista incluída no livro Homem-Aranha no Aranhaverso: A Arte do Filme que queria “enlouquecer o público” com a estranha aparência da Doutora Octopus (Kathryn Hahn) e de seus tentáculos.

“Quando presta atenção na verdadeira ciência experimental de ponta, perceberá que a maioria dos protótipos iniciais não eram realmente bem acabados. A tecnologia não era coberta por plástico e não se parecia com um iPod. Queríamos que o mundo da Dra. Ock parecesse frio, desinfetado, utilitarista e experimental, o que aumenta a estranheza da animação”, disse o designer.

“Não queríamos que ela vestisse nada liso ou revelador. Queríamos que o público soubesse como ela não parece refinada. Sua fantasia parece algo que não foi terminado. Ela está muito animada com o Multiverso e não é consciente de como é louca. Seus cabelos são selvagens e roxos. Queria que seus tentáculos orgânicos e viscosos enlouquecessem o público quando deslizassem pelo rosto do Homem-Aranha. Ela é assustadora e intimidadora e está em alto constaste com o Homem-Aranha, que é só um cara de meia-calça.”


Homem-Aranha no Aranhaverso | Peter Parker de Andrew Garfield teve influência inesperada na animação

Em Homem-Aranha no Aranhaverso, o jovem Miles Morales se vê com problemas na escola e passa por uma nova fase com a puberdade, ao mesmo tempo em que aprende a utilizar os seus novos poderes de Homem-Aranha.

Para lidar com tudo isso, o garoto ganha novos amigos, que são simplesmente os heróis de outros universos, como Peter Parker (Jake Johnson), o Porco-Aranha (John Mullaney), O Homem-Aranha Noir (Nicolas Cage), a Spider-Gwen (Hailee Steinfeld) e a Peni Parker (Kimiko Glenn).

O roteiro de Homem-Aranha no Aranhaverso foi escrito por Phil Lord e Chris Miller, dupla responsável pela comédia Anjos da Lei e a animação Uma Aventura LEGO.

Homem-Aranha no Aranhaverso estreia nos cinemas brasileiros em 10 de janeiro de 2019.