Bohemian Rhapsody surpreendeu como o vencedor do Globo de Ouro de Melhor Filme de Drama, mas não houve qualquer menção ao nome de seu diretor, Bryan Singer, ao longo da premiação, nem mesmo nos discursos de aceitação.

Isto porque, além de o cineasta ter recebido diversas acusações de assédio sexual nos últimos anos, ele acabou sendo demitido enquanto o longa ainda estava em produção, apesar de ter permanecido como o único diretor creditado.

Por meio das redes sociais, Bryan Singer não se omitiu, ironizando o Globo de Ouro e comemorando a vitória.


“Que honra”, escreveu no Instagram, publicando uma foto em que comanda Rami Malek nos bastidores. “Obrigado!”

Confira a postagem mais abaixo.

Globo de Ouro 2019 | Rami Malek ignora diretor de Bohemian Rhapsody em discurso vencedor

Bohemian Rhapsody retrata a rápida ascensão de Freddie Mercury (Rami Malek) e do Queen ao sucesso. A trama ainda pretende explorar a relação do líder com os seus colegas de banda, Brian May (Gwilym Lee), John Deacon (Joseph Mazzello) e Roger Taylor (Ben Hardy).

O elenco ainda conta com participações de Lucy Boynton, Mike Myers e Tom Hollander.

A direção ficou por conta de Bryan Singer. Já o roteiro é assinado por Anthony McCarten, que foi indicado ao Oscar pelos dramas biográficos A Teoria de Tudo e O Destino de uma Nação.

https://www.instagram.com/p/BsUtnmCn68A/?utm_source=ig_embed&utm_medium=loading