Durante uma entrevista ao Deadline para promover O Retorno de Mary Poppins, o mais recente filme da Disney, o roteirista David Magee foi questionado sobre como o atual longa da babá encantada consegue atrair a atenção do público de modo diferente do longa original.

Magee explicou que acredita que o filme é importante para as pessoas por trazer uma mensagem de esperança igual a do primeiro longa, mas sem ignorar as peculiaridades dos dias atuais.

“Há muita complexidade nos nossos dias, e no mundo do nosso filme, nós retornamos a ideia de ‘Há uma luz no fim do túnel’. Há sempre uma luz que nos guia na neblina e uma luz no momento mais difícil. Quando você enfrenta alguma dificuldade, é bom lembrar que há sempre uma forma de melhorar, há um caminho melhor, e nós escrevemos sobre isso. Eu acho que isso ressoou maravilhosamente com as pessoas que vão ver o filme atualmente” disse o roteirista.


O Retorno de Mary Poppins | Elenco canta “Trip a Little Light Fantastic” em nova cena da continuação

Em O Retorno de Mary Poppins, Emily Blunt assume o papel da personagem que ficou eternizada por Julie Andrews no clássico de 1964. Mas, de acordo com a atriz, a sua versão será um tanto diferente da de Julie.

O elenco conta ainda com Lin-Manuel Miranda, Dick Van Dyke, Angela Lansbury e Meryl Streep. A direção é de Rob Marshall (Caminhos da Floresta) e o roteiro fica por conta de David Magee.

O Retorno de Mary Poppins está em exibição nos cinemas brasileiros.