Publicidade

Oscar 2019 | Ator de Roma teme não estar na cerimônia após ter visto negado três vezes

Publicado por Bruno Tomé

24/01/2019 08:50

Roma, filme mexicano a ser indicado a Melhor Filme no Oscar 2019, pode não ter o elenco completo na cerimônia do Oscar 2019. O ator Jorge Antonio Guerrero teve o visto negado três vezes pelo governo dos EUA e teme não conseguir o documento a tempo para o evento.

No longa, o artista vive Fermin, namorado da estrela do filme, Yalitza Aparicio, que concorre ao Oscar de Melhor Atriz. Os jornais mexicanos cogitam até mesmo que a atitude é “racista” por parte dos EUA. Ao Quien, Guerrero explicou que até mesmo com uma carta de convite de produtores o seu visto foi negado.

“Eu entreguei uma carta que ninguém leu. Na segunda chance, eles pediram se eu ia para trabalho, e eu avisei que estava indo como convidado (para o Globo de Ouro). E a última tentativa foi inesquecível. A jovem moça que me atendeu parecia que até que tinha alguma raiva”, afirmou o ator.

Ao contrário de veículos locais, que interpretam o ato como discriminatório, o ator quer ver isso de outra maneira. Guerrero culpa a burocracia.

Roma | Alfonso Cuarón afirma que voltaria a trabalhar com a Netflix “na hora”

“O que eu quero interpretar é que é uma questão de procedimentos. É um procedimento que quero fazer e tem sido negado pelos entrevistadores. É o que eu quero pensar, porque se encontrar uma maneira de uma consulado ler ou alguém da embaixada ver, eles podem perceber que sou uma figura artística e a mudança de cultura que está se desenhando entre as duas nações”, explicou o artista.

Guerrero ainda não sabe se conseguirá chegar ao Oscar. Se não conseguir, avisou que torcerá por seus colegas. Roma é o recordista de indicações da atual edição, concorrendo em dez categorias.

O Oscar 2019 acontece em 24 de fevereiro.

Publicidade